Sistemas de Controlo de Traçagem de Aquecimento

Sistemas de Controlo

Existem muitas possibilidades diferentes para a distribuição de energia. Um projeto de Traçagem de Aquecimento Elétrica consiste em todos os sistemas, incluindo a distribuição de energia e painéis de energia e controlo.

Distribuição Traçagem de Aquecimento ESAI Sistemas
  • O cabo de traçagem é conectado a uma simples power box (Terminator ZP – modelo apresentado)
  • Sem termostato nem contator a controlar o circuito
  • O cabo de traçagem está continuamente ligado
gem de Aquecimento Elétrica Sistema sem Controlo ESAI Sistemas

Factos

O tipo de cabo de aquecimento tem de ser auto-regulado. Os cabos de potência constante e power limiting podem danificar-se quando conectados continuamente e podem também danificar seriamente a tubagem e os acessórios

Prós

O sistema é económico: o material de traçagem de aquecimento a comprar é básico e a distribuição de energia é muito simples

Contras

O circuito está continuamente a consumir energia, mesmo que seja desnecessário (quando a temperatura de manutenção da tubagem está acima do desejado). Isto implica um custo de operação a ser considerado

O tempo de vida útil esperado do cabo reduz significativamente, pois está continuamente ligado. Isto implica custos de manutenção/substituição a ser considerados

Quando um grande número de tubos, geralmente contendo água, têm de ser protegidos contra o congelamento, a utilização de um termostato ambiente é a opção de custo recomendado.

O set point usual é de +5ºC. Esta baixa temperatura de manutenção implica a instalação de baixa potência, de modo a ter um baixo consumo.

Este sistema de controlo é uma mistura entre um controlo por termostato e um sistema não controlado: quando a Tamb baixa, atingindo a temperatura set point de +5ºC, o controlo ativa todos os circuitos de proteção contra congelamento que dependem dele. Estes ficam continuamente ligados, sem controlo, até a Tamb atingir novamente um valor acima do set point de +5ºC.

  • O cabo de traçagem é conectado a uma simples power box (Terminator ZP – modelo apresentado)
  • O termostato ambiente (Terminator ZP-Amb – modelo apresentado) controla o circuito através de um contator no painel de controlo
  • O cabo de traçagem liga quando a Tamb atinge valores a baixo do set point do termostato ambiente (+5ºC)
Traçagem de Aquecimento Elétrica Termostato Ambiente ESAI Sistemas

Factos

O tipo de cabo de aquecimento tem de ser auto-regulado. Os cabos de potência constante e power limiting podem danificar-se quando conectados continuamente e podem também danificar seriamente a tubagem e os acessórios

Prós

O sistema é económico: o material de traçagem de aquecimento a comprar é básico e a distribuição de energia é muito simples

Contras

Quando a Tamb atinge valores a baixo do set point do termostato ambiente (+5ºC), todos os circuitos estão continuamente a consumir energia, mesmo que seja desnecessário (quando a temperatura de manutenção da tubagem está acima do desejado). Isto implica um custo de operação a ser considerado

O tempo de vida útil esperado do cabo reduz, pois pode estar ligado mais tempo do que é necessário. Isto implica custos de manutenção/substituição a ser considerados

Um termostato mecânico local, com sonda de temperatura para deteção da temperatura de superfície da tubagem, é um dos sistemas de controlo mais fiável e rentável para traçagem de aquecimento elétrica.

O set point é manualmente selecionado pelo operador e a precisão do termostato faz com que a traçagem de aquecimento trabalhe da melhor forma.

Este sistema de controlo tem a vantagem de possuir uma boa precisão na deteção da temperatura da tubagem, mas não possui o custo elevado de um sistema de controlo centralizado.

  • O cabo de traçagem é conectado a um termostato local (Terminator ZT – modelo apresentado)
  • Os cabos de traçagem ligam quando a temperatura detetada na tubagem é inferior à temperatura do set point do termostato, e desligam quando a temperatura é superior
Traçagem de Aquecimento Elétrica Termostato Mecânico Local ESAI Sistemas

Factos

O cabo de traçagem pode ser de qualquer tipo

Prós

O sistema ainda continua económico: o material de traçagem de aquecimento a comprar é básico e a distribuição de energia é muito simples

O sistema também é económico do ponto de vista do controlo, pois as sondas de temperatura ligam diretamente ao termostato local. Não há necessidade de instalar cabos de controlo em qualquer painel distante da tubagem

Contras

A precisão te um termostato local não é tão boa como a de um termostato eletrónico

Comparado com um sistema de controlo eletrónico, não é possível qualquer monitorização nem operações remotas

Em caso de falha de controlo, não dispara nenhum alarme, nem é enviado para a sala de controlo

Um termostato eletrónico local, com sonda de temperatura para deteção da temperatura de superfície da tubagem, é um dos sistemas de controlo mais fiável e rentável para traçagem de aquecimento elétrica.

O set point é manualmente selecionado pelo operador e a excelente precisão do termostato eletrónico faz com que a traçagem de aquecimento trabalhe da melhor forma.

Este sistema de controlo tem a vantagem de possuir uma boa precisão na deteção da temperatura da tubagem, mas não possui o custo elevado de um sistema de controlo centralizado.

O novo termostato eletrónico THERMON (ECM) acrescenta muitas características, tais como porta de comunicação standard RS485 e a possibilidade de combinar no mesmo dispositivo um termostato simples, um limitador ou ambos.

  • O cabo de traçagem é conectado a um termostato eletrónico (Terminator ECM – modelo apresentado)
  • Os cabos de traçagem ligam quando a temperatura detetada na tubagem é inferior à temperatura do set point do termostato, e desligam quando a temperatura é superior
  • O termostato eletrónico pode ser conectado a uma central de controlo via RS485
Traçagem de Aquecimento Elétrica Termostato Eletrónico Local ESAI Sistemas

Factos

O cabo de traçagem pode ser de qualquer tipo

Prós

O sistema ainda continua económico: o material de traçagem de aquecimento a comprar é avançado, mas a distribuição de energia é muito simples

O sistema também é económico do ponto de vista do controlo, pois as sondas de temperatura ligam diretamente ao termostato local. Não há necessidade de instalar cabos de controlo em qualquer painel distante da tubagem. O cabo de comunicação RS485 é opcional

Se instalado, o cabo RS485 envia todo o tipo de informação, incluindo alarmes

A precisão do termostato eletrónico é excelente

Contras

Comparado com o sistema de controlo centralizado, a monitorização é opcional e a operação remota é impossível

Uma sonda de temperatura a detetar a temperatura da superfície da tubagem ou tanque, e a enviar a sua leitura para um sistema central de controlo de um painel de controlo e alimentação externo instalado perto da zona de traçagem, resulta num sistema muito eficaz. Ajuda a reduzir os custos de distribuição de controlo e energia, em comparação com um sistema de controlo totalmente centralizado.

O set point é introduzido no painel de controlo pelo operador.

  • Os cabos de traçagem são conectados a uma simples power box
  • As sondas de temperatura são conectadas ao painel de controlo externo
  • As sondas de temperatura podem ser centralizadas numa caixa
  • O painel de controlo exterior, está equipado com um dispositivo de controlo electrónico (TC1818a – modelo apresentado), que recebe a leitura dos sensores de temperatura e a evolução dos circuitos
  • O dispositivo de controlo eletrónico pode ser ligado ao sistema de controlo de monitorização central, Thermon TRACEVIEW

Factos

O cabo de traçagem pode ser de qualquer tipo.

Prós

O custo do sistema é razoável e mais económico do que um sistema centralizado.

Os painéis de controlo exteriores ajudam a reduzir o custo de distribuição de energia

A precisão dos controlos eletrónicos é excelente

Possibilidade de se conectar a um sistema de controle de monitorização centralizado e/ou DCS

Contras

Custo mais elevado em comparação com os termostatos locais.

Uma sonda de temperatura a detetar a temperatura da superfície da tubagem ou tanque, e a enviar a sua leitura para um sistema central de controlo de um painel principal de controlo e alimentação interno instalado perto da zona de traçagem, resulta num sistema muito eficaz. Mas tem custos de distribuição controlo e energia mais elevados, comparado com qualquer outro sistema.

O set point é introduzido no painel de controlo pelo operador.

Este sistema é implementado principalmente quando os painéis exteriores são proibidos ou não há lugar no campo para instalar os painéis ao ar livre.

  • Os cabos de traçagem são conectados a uma simples power box
  • As sondas de temperatura são conectadas ao painel de controlo interno
  • As sondas de temperatura podem ser centralizadas numa caixa
  • O painel de controlo exterior, está equipado com um dispositivo de controlo electrónico (TC1818a – modelo apresentado), que recebe a leitura dos sensores de temperatura e a evolução dos circuitos
Traçagem de Aquecimento Elétrica Sistema Completamente Centralizado ESAI Sistemas

Factos

O cabo de traçagem pode ser de qualquer tipo

Prós

O sistema evita os painéis exteriores

O painel de controlo interno significa um único ponto de controlo centralizado, para supervisões de campo desnecessários

A precisão dos controlos eletrónicos é excelente

Possibilidade de se conectar a um sistema de controle de monitorização centralizado e/ou DCS

Contras

Custo mais elevado em comparação com qualquer outra configuração

Para mais informações sobre Traçagem de Aquecimento, contacte-nos.